Tópicos
    MOV.CAPITÃES / MFA - CONSPIRAÇÃO / Preparativos Políticos - Programa do MFA [De 1973-04-25 a 1976-04-25]
     Períodos
Galeria Multi Média
 
 
Reunião da Casa da Cerca
Reunião do Movimento dos Capitães (alargada a tenentes-coronéis e outras patentes mais altas) na Casa da Cerca, em S. Pedro do Estoril. Participam 45 oficiais representantes das principais unidades do país. Inicia-se assim uma segunda fase do Movimento, marcadamente política. O tenente-coronel Luís Banazol faz uma intervenção ousada: «[ ... ] Não tenhamos ilusões: o governo só sai a tiro e os únicos capazes de o fazer somos nós, mais ninguém!».


1973 
Novembro, 24 
 

 
Movimento dos Capitães.
Reunião alargada da Comissão Coordenadora em casa de Vasco Lourenço. É aprovado na generalidade um texto, elaborado por José Maria Azevedo, que serviria de introdução a um documento programático a ser aprovado numa reunião conjunta de oficiais do Movimento dos três ramos das Forças Armadas.


1974 
Janeiro, 26 
 

 
Movimento dos Capitães. Comissões.
Reunião da Comissão Coordenadora em casa de Marcelino Marques. É alargada a outros elementos de confiança, a nível de tenente-coronel e de coronel. Estão presentes, pela primeira vez, Garcia dos Santos, Costa Brás e Melo Antunes. Após ampla discussão do projecto de Programa elaborado por José Maria Azevedo, e já aprovado pela Comissão Coordenadora, este é rejeitado por unanimidade. Em consequência, é eleita uma comissão encarregada de nova redacção. Constituem-na Costa Brás, Melo Antunes, José Maria Azevedo e Sousa e Castro. Foram ainda devolvidos ao Secretariado, para destruição, os exemplares do documento discutido.


1974 
Fevereiro, 5 
 

 
Preparativos Políticos.
Melo Antunes encontra-se com Almada Contreiras e Martins Guerreiro. A apresentação é feita pelo Alferes José Leal Loureiro que conhecia Contreiras através de um grupo de exilidados políticos em França. Leal Loureiro conhecera Melo Antunes em Leiria quando aí se deslocou em serviço do CEP.


1974 
Fevereiro, 7 
 

 
Movimento dos Capitães. Preparação da Reunião de Cascais.
Reunião do Movimento em casa do capitão Seabra. Presentes representantes dos três ramos das Forças Armadas. Discute-se o programa a apresentar. Os representantes da Marinha (Almada Contreiras, Pedro Lauret, Costa Correia e Vidal Pinho) fazem questão de afirmar que só se vinculariam a um programa político progressista, aceitando estar em Cascais como observadores. É elaborado o 1.º Documento Político Programático: "O Movimento as forças Armadas e a nação". Os representantes da Força Aérea manifestam a sua discordância com a solução preconizada para o problema colonial.


1974 
Março, 3 
 

 
Movimento dos Capitães. Reunião de Cascais.
Plenário de Cascais do Movimento de Oficiais das Forças Armadas, em que é aprovado o documento "o Movimento, as Forças Armadas e a Nação».


1974 
Março, 5 
 

 
MFA. Comunicado.
Carta da comissão coordenadora do Movimento de Oficiais das Forças Armadas para as colónias sobre o plenário de Cascais e a forma da aplicação do plano aprovado.


1974 
Março, 7 
 

 
MFA. Preparativos para a Acção.
Encontro de Otelo Saraiva de Carvalho com Vítor Alves e Melo Antunes, tendo ficado este encarregue da redacção de um programa político, a partir da circular 2/74 e do manifesto «O Movimento, as Forças Armadas e a Nação», mas que aclarasse o sentido político e pormenorizasse os objectivos do Movimento.


1974 
Março, 18 
 

 
Melo Antunes.
O Maj. Melo Antunes, em véspera da sua partida para os Açores, passa o seu contacto com Álvaro Guerra ao Cap.Ten. Almada Contreiras.


1974 
Março, 22 
 

 
MFA. Preparativos Políticos.
Realiza-se a primeira de uma série de reuniões nas casas de Hugo dos Santos, Vítor Alves e Almada Contreiras com vista à elaboração final e discussão do Programa do Movimento. Irão participar nas reuniões: pelo Exército Costa Brás, Franco Charais, Vítor Alves e José Maria Azevedo, pela Marinha Vítor Crespo, Almada Contreiras e Pedro Lauret


1974 
Abril, 1 
 

 
MFA. Preparativos Políticos.
Carlos Morais apresenta a António de Spínola, por solicitação de Otelo Saraiva de Carvalho, o projecto de Programa do Movimento. Solicita-lhe ainda a indicação de dois oficiais generais para o futuro Directório Militar. António de Spínola introduz algumas alterações, entre as quais a da constituição de um Governo Militar para cumprimento do Programa. Quanto aos generais, António de Spínola sugere Diogo Neto e Jaime Silvério Marques


1974 
Abril, 7 
 

 
MFA. Preparativos Políticos.
Primeira apresentação do programa do Movimento a António de Spínola, que nele virá a introduzir diversas alterações, algumas não aceites pelo movimento.


1974 
Abril, 7 
 

 
MFA. Preparativos Políticos.
Carlos Morais contacta de novo António de Spínola, a quem entrega a segunda versão do Programa do Movimento, já com as suas sugestões, com excepção da constituição de um Governo Militar. Informa ainda que é intenção do Movimento, em caso de vitória, entregar a Presidência da República a Costa Gomes e a António de Spínola a chefia do Estado-Maior-General das Forças Armadas


1974 
Abril, 13 
 

 
MFA. Preparativos Políticos.
António de Spínola procura Costa Gomes na sua residência para o informar dos contactos tidos com o Movimento. Fala-lhe do Programa e da sua intenção de o substituir por dois outros documentos mais adequados. Costa Gomes recusa envolver-se mas acaba por ler os documentos. Aconselha, porém, António de Spínola a não se comprometer com o Movimento, o qual, na sua perspectiva, deveria ser desencadeado a partir do Ultramar.


1974 
Abril, 14 
 

 
MFA. Preparativos Políticos.
Encontro de António de Spínola com Carlos Morais, a quem entrega o Programa Político com ligeiras alterações, bem como os dois novos documentos e ainda um gráfico com o escalonamento, por fases, do desenvolvimento do processo político e um organograma dos órgãos de Estado. Nesse organograma encontram-se no mesmo plano hierárquico o primeiro-ministro e o CEMGFA, como resultado de uma total separação dos poderes político e militar.


1974 
Abril, 14 
 

 
MFA. Preparativos Políticos.
Reunião do Movimento em casa de Simões Teles. Presentes Vasco Gonçalves, Vítor Alves, Almada Contreiras, Franco Charais, Pedro Lauret e Vítor Crespo. Objectivo: concertar as sugestões da última lista de nomes para o Governo com António de Spínola. Decidiu-se pressionar este último no sentido de aceitar os nomes sugeridos pelo Movimento: Raul Rego, Miller Guerra e Pereira de Moura, propostos respectivamente por Vasco Gonçalves, Vítor Crespo e Almada Contreiras.


1974 
Abril, 15 
 

 
MFA. Preparativos Políticos.
Completados os três textos políticos: Programa do Movimento das Forças Armadas, Protocolo Secreto a assinar pela Junta de Salvação Nacional QSN) e pelo MFA, o que não veio a ter lugar, e Proclamação do Movimento ao País.


1974 
Abril, 21 
 


28 de Julho de 2014
 

HOME  LINKS  CONTACTOS  

© 2006, Zeppelin Filmes, Lda.
Desenvolvimento: Prodigentia