Tópicos
    ESTADO NOVO / Forças Armadas [De 1973-01-01 a 1974-04-24]
     Períodos
Galeria Multi Média
 
 
Estado Novo.
De 1 a 3 de Junho realiza-se no Porto o « 1.º Congresso dos Combatentes do Ultramar». O poder político pretendia com este Congresso aprovar o conceito de que a solução para a Guerra Colonial era militar logo seria necessário reforçar o esforço de guerra. A contestação aos objectivos pretendidos deve ser considerado como o lançamento da conspiração que levou ao 25 de Abril.


1973 
Junho, 1 
 

 
Estado Novo - Congresso dos Combatentes.
Realizaram-se várias iniciativas no âmbito do Congresso entre elas uma Missa e um almoço de ex-combatentes.


1973 
Junho, 2 
 

 
Forças Armadas. Exonerações.
Kaúlza de Arriaga deixa funções em Moçambique. O General Kaúlza de Arriaga abandona o cargo de Comando-Chefe das Forças Armadas de Moçambique.


1973 
Agosto, 1 
 

 
Forças Armadas. Exonerações.
António de Spinola deixa funções na Guiné. Regresso do general António de Spínola a Portugal, de licença deixando as funções de Governador e Comandante-Chefe. O regresso viria a ser definitivo, verificando-se a sua substituição, em Setembro pelo General Bettencourt Rodrigues.


1973 
Agosto, 6 
 

 
Orçamento Geral do Estado.
O Conselho de Ministros aprova o Orçamento Geral do Estado para 1974, assim como aumentos substanciais nos vencimentos do pessoal das Forças Armadas, especialmente oficiais. O posto de capitão é o que tem um aumento maior.


1973 
Dezembro, 28 
 

 
Brigada do Reumático.
Cerimónia de solidariedade com o regime, levada a cabo por oficiais-generais dos três ramos das Forças Armadas, que ficou conhecida por «Brigada do Reumático». Marcelo Caetano afirmou em agradecimento: «O país está seguro de que conta com as suas Forças Armadas e em todos os escalões destas não poderão restar dúvidas acerca da atitude dos seus comandos».


1974 
Março, 14 
 


20 de Outubro de 2014
 

HOME  LINKS  CONTACTOS  

© 2006, Zeppelin Filmes, Lda.
Desenvolvimento: Prodigentia