32 ANOS
DE LIBERDADE
30 ANOS DE PODER DEMOCRÁTICO 1976 - 2006

 

   
AGOSTINHO DA SILVA
         
   
 
  Autor:

  Editor:

  Ano:

  Título:

   

 
   
 


25 DE ABRIL

BIBLIOTECA MUSEU REPÚBLICA E RESISTÊNCIA . Janeiro de 1998


HISTÓRIA DA REPÚBLICA

EDITORIAL O SÉCULO . Janeiro de 1960


E AGORA? O PROLETARIADO NA HORA DAS GRANDES ESCOLHAS

EDIÇÕES REVOLUÇÃO . Abril de 1976


25 DE ABRIL SEMPRE
ANJO, MARIA ISABEL CÉSAR
CÂMARA MUNICIPAL DE CORUCHE . Abril de 1994


LARGO DA MEMÓRIA
SERPA, HOMERO
EDITORIAL CAMINHO . Março de 2005

 


TINHO DA SILVA (1906-1996) Agostinho da Silva é dos mais paradoxais pensadores portugueses do século XX. O tema mais candente da sua obra foi a cultura de língua portuguesa, num fraternal abraço ao Brasil e aos países lusófonos. Todavia, a questão das filosofias nacionais não é para si decisiva, parecendo-lhe antes uma questão académica: «Não sei se há filosofias nacionais, e não sei se os filósofos, exactamente porque reflectem sobre o geral, se não internacionalizam desde logo».